Material para a prática de kyudo

Muitas pessoas nos têm perguntado sobre onde comprar arcos, flechas, roupas e outros materiais. Sendo assim, resolvi criar um post para explicar mais sobre o assunto.

  • Quando se começa no caminho do arco, não é necessário nada além de muita disposição e paciência. Os trajes devem ser calça comprida de esporte (moleton ou algo assim) e camisa (com manga). Para os pés, pode-se ficar de meias ou descalço (o importante é não escorregar).
  • Num segundo momento, após essa fase inicial, será necessário o “arco de borracha” (gomu-yumi). Eis dois tipos diferentes de gomu:
    Gomu-yumi (tipo 1)
    (a) Acima um gomu todo de plástico.
    Gomu-yumi (tipo 2)
    (b) Acima um com empunhadeira de madeira.
    Como sua estrutura é bem simples, esse equipamento pode ser manufaturado aqui no Brasil sem problemas.
  • No terceiro estágio, será preciso, enfim, o arco (yumi) e a luva de couro (kake). No caso da kake, é importante que cada um tenha a sua e também a luvinha de pano que se deve usar sob ela. Mas, mesmo no Japão, não é comum que se compre um arco logo de início; os praticantes costumam usar um do clube em que fazem kyudo emprestado. Isso porque além de um arco não ser muito barato, é comum que a força de cada um aumente rapidamente no início do treinamento. Além disso, nesse primeiro momento, não se usa tanto o arco, sendo perfeitamente possível dividi-lo com um colega.
    Conforme se ganhe interesse em kyudo, contudo, é normal que se queira comprar o próprio arco. Infelizmente, não podemos indicar nenhum lugar que não sejam as lojas japonesas especializadas, como, por exemplo, a Koyama.
    Veja um exemplo de yumi, primeiro sem e, depois, com a corda:
    Yumi (sem e com corda)
    Note que, enquanto em um arco ocidental a empunhadura fica no meio do arco, num yumi fica a 1/3 da base (ou seja a 2/3 do topo).
    Para quem quiser conferir, compare a foto do yumi acima com a foto do “yumi” à venda em São Paulo aqui.

    Eis aqui também um exemplo de kake do tipo mais comum (três dedos):
    Kake

  • Por fim, para os dois últimos estágios de treinamento, i.e., o quarto e o quinto, também se precisará de flechas. Apesar de o ideal ser que as flechas sejam feitas de acordo com o tamanho do dono, é possível fazer aproximações de tamanho razoáveis e seguras. Há dois tipos de flecha principais, uma para o makiwara e outra para o matô, e diferentes tipos de material de que podem ser feitas também:
    flechas

    A Kyudo Kai já possui alguns arcos e flechas que os iniciantes poderão utilizar num primeiro momento, como se faz nos clubes japoneses. Mas no caso de se querer comprar o próprio material, sugerimos que nos consultem (ou a alguém que entende do assunto) antes, para evitar problemas.

    Quanto à roupa tradicional de kyudo (hakama, obi e kyudogi), ela não será necessária até se chegar ao último estágio, quando se pode atirar no matô. E, mais ainda, essa vestimenta pode ser comprada no Brasil sem problemas, pois, no geral, não é diferente das usadas em kendô. (Só o hakama e obi feminino é diferente, mas pode ser encomendo a uma boa costureira. E também a luva de pano pode ser feita aqui facilmente.)

    Como se pode perceber, há muitas etapas no treinamento de kyudo e, de fato, a evolução é lenta. No entanto, para aqueles que persistirem, acreditamos que a recompensa seja grande! E se o preço da importação de material, por um lado, é alto; não é preciso, como se viu, adquirir tudo de uma só vez.

    Por último, agradecemos às fontes de onde sutilmente roubamos a fotos:
    – gomu-yumis: site de kyudo de Tübingen, Alemanha;
    – kake e yumi: The Krackow Company;
    – flechas: Kyudo.com.

  • Publicado por

    Elisa

    kyudoca desde 2006

    3 comentários sobre “Material para a prática de kyudo”

    1. muito obrigado por esse texto simples, instrutivo e direto. realmente, foi como uma flechada.

      eh o que eu gostaria de aprender.

    2. Olá, entrei em contato com vcs há algum tempo, fui aluno do Sergio Matsuoka e gostaria mto de praticar, ainda que sozinho, agora estou morando na fronteira com a bolívia então, longe. Muito longe.
      Tenho 1,91m de altura e já andei quebrando arcos menores, minha envergadura é bem grande e a puxada forte, considerando que tenho experiências com arcos de guerra ocidentais.
      Mas gostaria mto de ter um yumi e praticar o kyudo com um arco assimétrico, como eu poderia fazer isso sem ter que vender meus filhos?
      Desde já mto grato.

    Deixe o seu comentário na página Kyudo Kai Brasil